Questionário Informações Gerais sobre Projetos Ágeis

Informações Gerais para o Preenchimento

Segue abaixo alguns conceitos necessários para o preenchimento questionário:

  • Classificação do Software (QUESTIONÁRIO COACHES)
Sistema de Software Software que é utilizado para controlar dispositivos físicos, como um computador ou para telefonia. Sistemas Embarcados pertencem a esta categoria.
Software Comercial Software que é alugado ou comercializado para clientes externos. Esses softwares são produzidos em grande escala para comercialização de centenas ou talvez milhões de clientes. Isso inclui software, tais como processadores de texto, planilhas e sistemas de gerenciamento de projetos.
Sistema de Informação Dar suporte a área de negócios da companhia e funções administrativas como folha de pagamento ou controle de compras e vendas da empresa.
Software Outsourced Software produzido sob um contrato para uma organização cliente. O cliente pode ser externo ou interno a companhia.
Software Militar Software produzido para organizações militares, ou que atendem a padrões do ministério da defesa.
Software para Usuário Final Pequenas aplicações que são desenvolvidas para o uso pessoal.

Aderência a Prática de Teste de Software

  • Atividades de Teste de Unidade Automatizados
    • Testes de unidade automatizados existem para o código de produção.
    • Uma ferramenta é utilizada para medir a cobertura de código
    • Há uma forma automatizada de rodar todo o conjunto de casos de teste para todo o programa.
    • Todos os testes de unidade são executados e passam quando uma tarefa é finalizada e antes de integrarem o código.
    • Quando estão sendo concertados os defeitos do software, testes de unidade são utilizados para capturar o defeito antes de ser reparado.
    • Testes de Unidade são refatorados.
    • Testes de Unidade são rápidos o bastante para serem executados com freqüência.
  • Atividades Teste de Aceitação (Business Testing)
    • Testes de aceitação são utilizados para verificar uma funcionalidade do sistema e requisitos do cliente.
    • O cliente fornece o critério de aceitação.
    • O cliente usa os testes de aceitação para determinar o que foi terminado no fim de uma iteração.
    • O teste de aceitação é automatizado.
    • Uma história não é considerada finalizada até que os testes de aceitação passem.
    • Testes de Aceitação são executados automaticamente toda noite.
    • Um ambiente compatível com o ambiente do usuário final é utilizado para o teste.
  • Atividades do Desenvolvimento Dirigido a Testes (TDD)
    • Código é desenvolvido somente após um teste de unidade (que falha) tenha sido escrito.
    • Melhoria do código por meio de refatorações.
    • Uso de padrões para criação de testes, buscando a testabilidade e qualidade dos testes.
    • Os testes guiam o design do código-fonte.
    • Todo código de produção é desenvolvido utilizando TDD.

Sobre o Questionário


O questionário a seguir tem como objetivo coletar dados gerais sobre projetos que utilizam ou utilizaram métodos ágeis de desenvolvimento. Este questionário foi elaborado a partir de alguns dos termos e categorias sugeridas pelo Extreme Programming Evaluation Framework (XP-EF) [1], além de outras informações úteis para caracterização de cada projeto. Além destes dados, serão coletadas posteriormente, métricas em relação ao código-fonte e testes desenvolvidos durante o projeto. Os pré-requisitos para que o projeto de software seja incluído neste estudo de caso são os seguintes:

  1. Método de desenvolvimento utilizado e Testes: Projeto utilizou algum método ágil e também foram produzidos artefatos de teste.
  2. Informações Gerais do Projeto: Existem formas de coletar informações gerais do projeto, como por exemplo a descrição geral do projeto, práticas ágeis utilizadas, fatores tecnológicos, sociológicos e geográficos a respeito do projeto.
  3. Linguagens/Tecnologias: Desenvolvimento utilizou a tecnologia Java 1.6 ou inferior e casos de teste produzidos pela ferramenta JUnit 3 ou 4.
  4. Separação de Iterações (Opcional): Foram documentadas informações a respeito do início e fim das iterações. Esta informação será utilizada para empacotar o código e testes desenvolvidos durante cada iteração para avaliar posteriormente a evolução do código-fonte e testes durante as iterações.



[1] Laurie Williams, William Krebs, Lucas Layman, and Annie I. Antón. Toward a framework for evaluating extreme programming. In 8th International Conference on Empirical Assessment in Software Engineering (EASE ’04), pages 11–20, 2004.

  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: